Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

sábado, 15 de dezembro de 2018

Desenhar o Natal

Por aqui, a tradição ainda se mantém. Encontro de Natal dos Oeste Sketchers, com a habitual troca de desenhos. Mais uma tarde bem passada em Torres Vedras, entre amigos e claro, com o Pai Natal.
 
 
 
 

 

Na Habitual troca de desenhos, calhou-me um Bruno Vieira (desenho abaixo)
 

As voltas que um desenho pode dar. Este desenho esteve quase para ir para o lixo, mas agora foi parar à casa de um dos artistas que mais admiro - André Kano.
 

Foto de Família
 

 
Obrigado a todos. Boas Festas
 

Stella Maris

 Clube Stella Maris, Peniche. Fundado em 01/11/1971 com o objectivo de fomentar a prática desportiva com fins eminentemente educativos.


sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

Lesk #009 Sketching Glamour

O camarim do "Sketching Glamour" em peças soltas.

Último dia de aulas, é sempre o dia desportivo (ou "do barulho"). Nas bancadas, hoje que é o Dia Mundial do Macaco, descobri um.


Ladeando o exterior da Quinta das Conchas



Parados no trânsito

Parados num trânsito sem fim logo de manhã no Campo Grande.
Aproveitei a minha mulher estar a conduzir para um desenho rápido no meio do para-arranca.


Espuma

Os temporais de Março originaram muita espuma no mar                                                                                                                        
Praia da Parede
                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                       

Praia das Avencas (Parede)

quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

GIRALDO (1)


Mais uma vez o Nuno Matos Silva trouxe os seus alunos de 1º ano de Arquitetura do Técnico a visitar Évora, aos quais se juntaram os ÉvoraSketchers. Este ano centrámos na praça do Giraldo.

Metrosidero

No Hospital Júlio de Matos

10x10 no THE GEORGE

A Fernanda Lamelas foi a orientadora deste 10x10. Escolheu muito bem o pub The George. No primeiro exercicio desenhamos o espaço e, no segundo, as pessoas.
Eu concentrei-me nesta familia italiana cujo filho ainda não falava mas comunicava com sons simples e bem dispostos. Embora num pub, bebi um chá para aquecer na noite fria enquanto a familia jantava e conversava , alheia ao barulho que pairava no ambiente acolhedor do espaço.
Parabéns Fernanda.
Leonor Janeiro

quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

10X10 LISBON 2018

Última sessão do programa 10x10 Lisbon 2018.
Tema: Local Market.
No dia 15 de Dezembro, próximo Sábado, vamos desenhar na Feira da Ladra.
A instrutora vai ser a incrível Ana Gil.

Esclarecimentos:
joselouro@netcabo.pt

Contacto para inscrições:
education@urbansketchers.org




Campo Grande





Desenhos feitos com lápis cinzento para dar a cor do dia. Entretanto um pálido sol apareceu mas como o sketch da direita já estava começado continuei com a mesma cor.

Texto com desenhos

Quando fiz este desenho no Museu do Oriente não imaginava que , um dia, seria capa de uma publicação que coordenei e da qual  fui autora do primeiro capitulo. Para quem tiver interesse pelo tema, aqui fica o convite.
Leonor Janeiro

Sobre as emoções

Nas escolas - hoje em dia - os ataques de pânico são mais do que muitos, os alunos manifestam as suas angustias e frustrações de forma «descontrolada» e inquietante. Hoje aprendemos a controlar, através da respiração, a ansiedade...

(Aguarela e caneta caligráfica)                                                                                                                                                «insitu»

terça-feira, 11 de dezembro de 2018

À espera

Mas foi tão curta que não deu para continuar o desenho.

Real Fábrica da Pólvora de Barcarena


A Real Fábrica Pólvora de Barcarena laborou entre os séculos XV (fábrica de armas fundada pelo rei D. Manuel I) e XX.
A autarquia de Oeiras procedeu à sua requalificação, sendo hoje um parque temático, destinado a actividades culturais e  museológicas (museu da Pólvora Negra).



Desenhar sobre texto

Desta vez decidi experimentar um formato diferente para desenhar, numa simples agenda cultural do mês passado representei o que via e achei o resultado interessante. Sou capaz de continuar com isto...

Castelo de Almourol, no Distrito de Santarém

Castelo de Almourol, em pleno rio Tejo, ao lado de Constância.

LISBON 10x10 Classes - The warmest Cafe

Vai ser já amanhã quarta-feira que, a convite do Mário Linhares, irei orientar mais uma "winter class" do 10X10!

Vai ser no Pub "The George", a partir das 18:30, altura do dia em que começa a fazer mesmo frio na rua e sabe bem o calor no interior!
Até porque há muitos tipos de calor ... e é isso que iremos descobrir juntos através do desenho!


The George: Rua do Crucifixo, 62 (metro Baixa Chiado)

Contacto para inscrições:

Visita de estudo a Évora

Este ano a visita de estudo de Desenho do 1º Ano de Arquitectura do Técnico foi a Évora. Calhou-nos um tempo excelente.



Começamos no Convento do Bom Jesus de Valverde e terminamos na incontornável Praça do Giraldo, ao abrigo das suas acolhedoras arcadas.
Nesta derradeira jornada, à qual se associaram os Évora Sketchers, aprendemos com o Arq. Eduardo Miranda, da CM de Évora, que no troço das arcadas a seguir à Rua Nova (que corre paralelamente à Igreja de Santo Antão) terá havido aproveitamento de alguns dos derradeiros pilares do Aqueduto de Água da Prata, (Francisco Arruda, f. 1547). Ao Arq. Eduardo Miranda devemos ainda a chamada de atenção para estes prédios de apenas dois pisos que, sendo dos mais antigos do conjunto da rua coberta, parecem denunciar uma evolução onde, primeiro se construíram os arcos em frente aos prédios, depois ter-se-á construído uma divisão/ampliação do prédio adjacente e só posteriormente os edifícios se desenvolveram em altura até as actuais cérceas de 3 e 4 pisos.


Finalmente um Cutileiro, propondo, à sua maneira,  uma "évora deitada" perto de águas.