Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blogue só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

quinta-feira, 27 de janeiro de 2022

Apúlia no Verão


Ver a depuração desenho do Pedro Cabral em Nova Iorque deu-me vontade de ir buscar este meu desenho feito na Apúlia, em agosto passado.

Há aqui um restaurante chamado O Mudo. Tem muita fama, mas nunca almocei lá. Por vezes por causa das filas à porta, outras vezes simplesmente porque não calhou...

Mas o que gosto mesmo na Apúlia é do mar. Da sua bravura. Tem uma certa autenticidade ali que parece não ter noutros lados... talvez seja por causa do vento...

O vento... verdadeiro responsável por estes moinhos estarem ali, com vista privilegiada para o mar...

O mar... como desenhá-lo só com uma caneta? Quem respondeu muito bem a esta pergunta foi a Joana Patrão! Primeiro neste vídeo e, depois, nesta conversa com o João Catarino.


Cada vez gosto mais de voltar à Apúlia. Tenho de fazer o caminho pela praia dali até Fão, encontrar o Tiago Cruz, sentar-me à conversa e desenhar com ele.

Esplanando Chazando

No Parque das Nações.


quarta-feira, 26 de janeiro de 2022

Nações Unidas, NYC.

O José Louro é o Mestre do desenho rápido. Não precisa de truques.
O Eduardo Salavisa desenhava em pé para evitar tentações de prolongar o desenho, mas há outros métodos. Quanto mais frio está mais rápido será o desenho. Quando já não há graus nenhuns o desenho é rapidíssimo. Foi o que me aconteceu ao passar junto às Nações Unidas em NYC. Não dava para mais!


Rua dos Cegos

Metáforas!!!!!




Portas da Lagoa


 Mais um encontro dos Évora Sketches, o primeiro de 2022.

terça-feira, 25 de janeiro de 2022

Inauguração da exposição (a)Riscar o Património em Portimão

 


Foi inaugurada no dia 21 de Janeiro, a exposição (a)Riscar o Património na Casa Manuel Teixeira Gomes, em Portimão. Esta mostra foi realizada em parceria com o Mestrado Integrado em Arquitectura do ISMAT – Instituto Superior Manuel Teixeira Gomes, e com a Casa Manuel Teixeira Gomes – Câmara Municipal de Portimão, tendo contado com a presença do núcleo algarvio dos Urban Sketchers, a quem foi dado especial destaque com a incorporação na exposição de originais e fotos de encontros realizados na região do Algarve.

O conjunto de trabalhos em exibição, impressos e originais, apresenta uma mostra geral de desenhos realizados por todo o país ao longo das últimas edições, registos gráficos que nos lembram a extraordinária riqueza do mundo que nos rodeia e a capacidade de cada um dos participantes em interpretar a realidade e os vários patrimónios.

Entre os visitantes presentes na inauguração estiveram os alunos do Mestrado Integrado em Arquitectura do ISMAT e representantes dos Urban Sketchers Algarve, o seu coordenador João Pinto, Maria de Fátima Santos e Bárbara Boulter.

A exposição estará patente ao público até dia 25 de Fevereiro, na Casa Manuel Teixeira Gomes, de Segunda a Sexta-feira, entre as 9h30 e as 12h30, e as 14h30 e as 16h30.

A entrada é gratuita. 

Toda a info https://ariscaropatrimonio.wordpress.com/2022/01/22/inauguracao-da-exposicao-ariscar-o-patrimonio-em-portimao/


quinta-feira, 20 de janeiro de 2022

quarta-feira, 19 de janeiro de 2022

Estátua da Lberdade

Há modelos assim. Fazem-me lembrar "She Belongs To Me" do Bob Dylan... that sparkles before she speaks...
A quem anda no sul de Manhattan ou de Brooklyn, nas ilhas, nos cacilheiros, ela está sempre a aparecer. Às vezes fica escondida atrás de um edifício, de uma ilha ou de um navio. Não a vemos e procuramos até que ela se mostra, lenta e pacientemente, à medida que o obstáculo vai desaparecendo. Há modelos assim, com uma atracção magnética que ultrapassa em muito o respectivo valor intrínseco e que nos suga o olhar. Tive que desenhar várias vezes a Estátua da Liberdade. São desenhos que vão para a colecção.


Exposição (a)Riscar o Património em Portimão - Inauguração dia 21 de Janeiro


Exposição de desenhos e cadernos
(a)Riscar o Património 

Inauguração: 21 de Janeiro 2022 a partir das 18h.


Não há limite de participantes mas é necessária a apresentação de certificado digital de vacinação.


Local: Casa Manuel Teixeira Gomes, Portimão


A exposição fica patente até dia 25 de fevereiro de 2022.


Toda a informação --> https://ariscaropatrimonio.wordpress.com/2022/01/14/exposicao-ariscar-o-patrimonio-em-portimao/

 
Org. DGPC-Património Cultural + USKP + ISMAT + Casa Manuel Teixeira Gomes

Igreja do Colégio-Funchal


 

terça-feira, 18 de janeiro de 2022

Lightship Ambrose.

Em South Manhatten há vários navios "musealizados". Um deles é o Navio Farol Ambrose que, até 1967 marcava o canal de entrada em NY. Tantos navios de emigrantes ali passavam e, logo a seguir, via-se a Estátua da Liberdade.


sábado, 15 de janeiro de 2022

Felizes recomeços. Ainda a tempo de vos desejar um feliz 2022!

 


Foi um fim-de-ano invulgar para mim. Queria muito estar ao pé do mar, e estando de passagem por Lisboa, fui para Carcavelos jantar no restaurante Stuppendo Beach. Fui sozinha e acabou por ser bem divertido. Sem muita gente mas com muito espírito e belos passos de dança. 
Ainda conversei com as pessoas da mesa ao lado, graças à partilha de uma garrafa de espumante oferecida à meia-noite.
Terminei o ano a desenhar e comecei o novo também a desenhar.
Só faltou desenhar o fogo-de-artifício que foi espectacular, ali mesmo na praia, neste rito de passagem para um novo tempo. Tenham os corações vontade de se renovar!


O desenho resultou de uma sobreposição entre a vista do interior e exterior e os reflexos do interior contra o escuro da noite. Gosto muito de trabalhar estes jogos entre espaço e reflexos.

As fotografias foram feitas depois da festa terminada, com a sala já vazia, e antes de um pequeno passeio na praia. Agradeci ao mar, desejando que neste ano a humanidade dê passos concretos que nos ajudem a respeitá-lo mais, ele que tanto nos dá e que é a casa de tantos e tão maravilhosos seres.



sexta-feira, 14 de janeiro de 2022

Exposição 'Contrastes e Obstruções' de Paulo J. Mendes

 


Exposição 'Contrastes e Obstruções' de Paulo J. Mendes
De 22 de Janeiro a 20 de Março de 2022
Segunda a sexta das 12h às 22h - Sábados das 10h às 22h
Dona Mira, Café, Porto

(a)Riscar o Património em Portimão

 

(a)Riscar o Património em Portimão

A Casa Manuel Teixeira Gomes, localizada perto da zona ribeirinha de Portimão, exibirá entre 21 de Janeiro e 25 de Fevereiro um conjunto de desenhos no âmbito do projecto “(a)Riscar o Património”, uma iniciativa da DGPC-Património Cultural, com o apoio dos Urban Sketchers Portugal.

O projecto (a)Riscar o Património tem como base o reconhecimento e contacto com o Património, nas suas diferentes expressões, através do desenho, abarcando um número cada vez mais alargado de intervenientes, e assumindo uma vertente abrangente e próxima das comunidades.

Com a passagem por Portimão, a mostra cumpre o propósito essencial de disseminar, um pouco por todo o país, o resultado desta apropriação criativa do património cultural através do desenho, no caso concreto, em colaboração com o Mestrado Integrado em Arquitectura do ISMAT – Instituto Superior Manuel Teixeira Gomes, sediado na cidade, e o núcleo algarvio dos Urban Sketchers.

A inauguração será às 18h00 de dia 21 de Janeiro, Sexta-feira.
Exposição patente até dia 25 de Fevereiro de 2022.

Visite a Casa Manuel Teixeira Gomes de Segunda a Sexta-feira, entre as 9h30 e as 12h30, e das 14h30 às 16h30. A entrada é gratuita.

Toda a info --> https://ariscaropatrimonio.wordpress.com/2022/01/14/exposicao-ariscar-o-patrimonio-em-portimao/

quarta-feira, 12 de janeiro de 2022

New York Public Library

Impossível desenhar os leões da entrada da NYPL (estavam todos enfeitados de Natal). Mas já aqui apareceram nos Bonecos de Bolso: https://bonecosdebolso1.blogspot.com/2013/11/ainda-flanar-por-nyc.html. Fiquei-me por uma das vetustas salas de leitura e pela faustosa entrada. Aguarelas é que... NADA!