Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blogue só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

sábado, 15 de janeiro de 2022

Felizes recomeços. Ainda a tempo de vos desejar um feliz 2022!

 


Foi um fim-de-ano invulgar para mim. Queria muito estar ao pé do mar, e estando de passagem por Lisboa, fui para Carcavelos jantar no restaurante Stuppendo Beach. Fui sozinha e acabou por ser bem divertido. Sem muita gente mas com muito espírito e belos passos de dança. 
Ainda conversei com as pessoas da mesa ao lado, graças à partilha de uma garrafa de espumante oferecida à meia-noite.
Terminei o ano a desenhar e comecei o novo também a desenhar.
Só faltou desenhar o fogo-de-artifício que foi espectacular, ali mesmo na praia, neste rito de passagem para um novo tempo. Tenham os corações vontade de se renovar!


O desenho resultou de uma sobreposição entre a vista do interior e exterior e os reflexos do interior contra o escuro da noite. Gosto muito de trabalhar estes jogos entre espaço e reflexos.

As fotografias foram feitas depois da festa terminada, com a sala já vazia, e antes de um pequeno passeio na praia. Agradeci ao mar, desejando que neste ano a humanidade dê passos concretos que nos ajudem a respeitá-lo mais, ele que tanto nos dá e que é a casa de tantos e tão maravilhosos seres.



sexta-feira, 14 de janeiro de 2022

Exposição 'Contrastes e Obstruções' de Paulo J. Mendes

 


Exposição 'Contrastes e Obstruções' de Paulo J. Mendes
De 22 de Janeiro a 20 de Março de 2022
Segunda a sexta das 12h às 22h - Sábados das 10h às 22h
Dona Mira, Café, Porto

(a)Riscar o Património em Portimão

 

(a)Riscar o Património em Portimão

A Casa Manuel Teixeira Gomes, localizada perto da zona ribeirinha de Portimão, exibirá entre 21 de Janeiro e 25 de Fevereiro um conjunto de desenhos no âmbito do projecto “(a)Riscar o Património”, uma iniciativa da DGPC-Património Cultural, com o apoio dos Urban Sketchers Portugal.

O projecto (a)Riscar o Património tem como base o reconhecimento e contacto com o Património, nas suas diferentes expressões, através do desenho, abarcando um número cada vez mais alargado de intervenientes, e assumindo uma vertente abrangente e próxima das comunidades.

Com a passagem por Portimão, a mostra cumpre o propósito essencial de disseminar, um pouco por todo o país, o resultado desta apropriação criativa do património cultural através do desenho, no caso concreto, em colaboração com o Mestrado Integrado em Arquitectura do ISMAT – Instituto Superior Manuel Teixeira Gomes, sediado na cidade, e o núcleo algarvio dos Urban Sketchers.

A inauguração será às 18h00 de dia 21 de Janeiro, Sexta-feira.
Exposição patente até dia 25 de Fevereiro de 2022.

Visite a Casa Manuel Teixeira Gomes de Segunda a Sexta-feira, entre as 9h30 e as 12h30, e das 14h30 às 16h30. A entrada é gratuita.

Toda a info --> https://ariscaropatrimonio.wordpress.com/2022/01/14/exposicao-ariscar-o-patrimonio-em-portimao/

quarta-feira, 12 de janeiro de 2022

New York Public Library

Impossível desenhar os leões da entrada da NYPL (estavam todos enfeitados de Natal). Mas já aqui apareceram nos Bonecos de Bolso: https://bonecosdebolso1.blogspot.com/2013/11/ainda-flanar-por-nyc.html. Fiquei-me por uma das vetustas salas de leitura e pela faustosa entrada. Aguarelas é que... NADA!


terça-feira, 11 de janeiro de 2022

Roteiro das Ermidas e Santos da Casa Fazem Milagres

 Vamos desenhar o Roteiro das Ermidas, seguido de visita à exposição, Santos da Casa Fazem Milagres. O roteiro de dia 15 janeiro , com ponto de encontro às 10h30, no Núcleo de Arte Sacra- Igreja dos Jesuítas- pretende ser de partilha e de conhecimento, mas também, ser de descoberta de lugares e pessoas muitas vezes esquecidas.

Esta organização está a cargo do Museu Carlos Machado em parceria com os Urban Sketchers Azores e contará com a presença do fotógrafo Paulo Goulart e da Técnica Superior do Museu Carlos Machado.

Sobre a Exposição:
Santos da Casa Fazem Milagres não é, apenas, uma exposição sobre o património edificado que, de alguma forma pontua esta ilha. É sim, uma exposição sobre pessoas, que cuidam e zelam para que, tão belo, património chegue até nós.

Dia: 15 de janeiro

Hora: 10:00h

Ponto de Encontro: Núcleo de Arte Sacra (Igreja dos Jesuítas) 

Percurso: Igreja dos Jesuítas; Ermida do Desterro (com oportunidade de conhecer o seu interior; Ermida de Santo António e Ermida de São Brás. 

segunda-feira, 10 de janeiro de 2022

Automania

O MoMa tem uma fabulosa colecção e, de vez em quando, faz uma exposição sobre os aspectos mais inovadores, artísticos ou de design dos automóveis (sem esquecer os malefícios também inerentes ao automóvel). Que falta lá fez o Filipe Pinto @filipe_nok_pinto para umas lições sobre o desenho de automóveis!


Cacela Velha


 

domingo, 9 de janeiro de 2022

Caminhada Ilustrada

Aqui ficam alguns desenhos da caminhada de hoje, pelas freguesias da Ventosa e Freiria, Torres Vedras. 16 Km em boa companhia (o meu pai).

Abri as hostilidades com estes dois moinhos, o do passado e o do presente.

Moinho, junto à Mucharreira

No Casal Mucharreira, encontrámos este poço e tanque comunitários, à beira da estrada, junto a uma casa cujo telhado revela a vetusta idade. 


Seguimos caminho até Paúl, um pequeno casal, mas o que foi desenhado foi esta bela capela (Santa Luzia), em tempos conhecida como Ermida de Vera Cruz. No adro, encontra-se um cruzeiro que data de 1856.






Janela

 


sábado, 8 de janeiro de 2022

Mulher lendo no café


 

Oficinas Singulares #19| André Duarte Baptista

Obrigada André pela partilha.

Ao finalizar a conversa o André lançou-nos um desafio que gostaríamos de ver resolvido por todos aqueles que gostam de desenhar em caderno e se sintam estimulados pelo desenho no local, sintam-se desafiados.


#oficinassingulares

@andreduartebaptista_arq

#USkPAzores

#USkPortugal

#urbansketchers

quarta-feira, 5 de janeiro de 2022

Red Hook, Brooklyn.

Zonas ribeirinhas, mais ou menos industriais, mais ou menos desertas, que talvez tenham ficado um pouco para trás na corrida intensa de NYC mas por onde vale muito a pena flanar sem grandes objectivos para além de olhar e ver.
Sempre considerando a Rebecca Solnit "Wanderlust: A History of Walking"



À conversa!


 

Desenhar no café


Num dia de chuva a opção é desenhar no café quando é espaçoso e tem bom bolo rei. Foi o caso de ontem na Padaria Portuguesa de Telheiras
 

Oficinas Singulares #19 | André Duarte Baptista


À semelhança do desenhar com… esta sessão consiste numa conversa informal - em Livestream - sobre a prática do desenho.

Nesta 19ª sessão convidamos a André Duarte Baptista

 para nos falar da sua abordagem e a desafiar-nos a desenhar - no/ num local - de acordo com o seu modo de ver.

A conversa apresentada em direto no facebook e partilhada no instagram e no nosso canal de Youtube.

Usaremos esta plataforma para que, mensalmente, possamos aproximar praticantes de desenho do País e além fronteiras e partilhar o que se faz em caderno.

Ao finalizar a conversa o nosso convidado lança-nos um desafio que gostaríamos de ver resolvido por todos aqueles que gostam de desenhar em caderno e se sintam estimulados pelo desenho no local.


Instagram: @andreduartebaptista_arq

Blogue: Lugar e Forma

#oficinassingulares

#USkPAzores

#USkPortugal


Feliz ano novo


Apesar das restrições impostas pela pandemia, este ano os Austríacos puderam voltar a assistir presencialmente ao concerto de Ano Novo.  Enquanto ouvia a Orquestra de Filarmónica de Viena aproveitei para «olear» as canetas. Aproveito para desejar a todos um feliz ano novo.

terça-feira, 4 de janeiro de 2022

Desenhos esquecidos de 2021 - parte I

 Na arrumação dos cadernos (não, não foi uma resolução de fim de ano, mas sim por necessidade para preparar uma apresentação) deparei-me com alguns desenhos que não partilhei/publiquei. 

São daqueles desenhos que mais prazer me dão, os que ficam registados no caderno de bolso A6, e que fazemos "só para nós".

Os primeiros que aqui partilho foram feitos em maio num fim-de-semana em família, em Mira.

Eu sei que é um cliché, mas nem por isso deixa de ser verdade - quando reabri o caderno, veio-me à memória o chilrear dos pássaros, o som dos mergulhos do tomás e dos berros dos "jean michéis" acompanhados pela música foleira do bar. Recordei-me ainda do cheiro insuportável do bronzeador da opulenta inglesa que se deitava ao nosso lado, ou das tostas mistas que saiam do bar. 

Mas o que ficou mesmo gravado e bem gravado, foram as 18h - a hora em que a relva e a piscina ficavam só para nós, partilhadas apenas com os pardais e os melros que ali iam à procura das migalhas.


No meio de tantos clichés ainda houve tempo de visitar a Vista Alegre...


e melhor que tudo, o Museu Marítimo de Ílhavo, da autoria do atelier ARX Portugal...




recomendo a visita.

Ler o jornal!


 

domingo, 2 de janeiro de 2022

Último desenho de 2021

Último desenho de 2021. Brooklyn Bridge. Obrigado, Lance, pela foto.




Um Bom Ano Novo!

Desejo um Bom Ano Novo a todos os sketchers.
O meu primeiro desenho do ano, perto de Mourão, Alentejo.