Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blogue só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

segunda-feira, 18 de outubro de 2021

Impérios na Terceira

 

A ilha Terceira é provavelmente  a ilha com mais impérios nos Açores.
Descobri que apesar de pequenos, são talvez dos edifícios mais complexos de desenhar, além dos detalhes das janelas e elementos decorativos, possuem na maior parte dos casos uma entrada com cota elevada, alguns apenas acessíveis por escada de madeira colocada na altura das festas.
Este império, o da caridade, em rua inclinada foi um grande desafio.

Zambujeira do Mar



de TERRA aMAR

Eu já sabia que andar de barco iria ser uma má opção.

Podia ter escolhido o circuito alternativo - desenhar em terra. Mas não.
Tomei o comprimido dos enjoos meia hora antes e optei por ir ver a ilha de barco.
E ainda por cima quis desenhar! Péssima ideia!

Fui teimosa.
Fui andar de barco.
Fui desenhar enquanto estava no barco.
Aconteceu o que se previa: enjoos atrás de enjoos!!



Um grande agradecimento ao comandante Stanimir que, por diversas vezes, desligava o motor do barco para o pessoal desenhar com mais tempo a ilha e de diferentes pontos de vista, e um obrigado a toda a sua tripulação que nos acompanhou de forma tão simpática e profissional. E ainda fomos surpreendidos com um grupo de golfinhos à volta do barco!

Apesar da minha agonia, realço que, andar de barco com o Futurismo foi das experiências mais maravilhosas que tive na ilha de S. Miguel.

Ontem em Cascais


 Ontem ao fim da manhã tive 20 minutos para desenhar o museu visto do parque Marechal Carmona. Foi o que saíu.

Vamos Desenhar com Rosário Félix - Museu Bordalo Pinheiro

 




Curvaceiras


 

sábado, 16 de outubro de 2021

Fui desenhar com a Rosário Felix

Fui Desenhar Com... a Rosário

Em boa hora consegui retomar o "Vamos Desenhar Com...". Depois de falhar tantos a que queria ir, não me perdoaria falhar o da Rosário.  Além de conhecer um pouco mais do seu percurso, foi bom aderir à sua proposta e rever algumas sketchers. (Onde andam OS sketchers?)

Para o desafio, lancei a mancha de aguarela ainda no pátio do Museu Bordalo Pinheiro e, depois de seco, fui para o jardim do Campo Grande que estava invadido de trajados e caloiros em animadíssimas actividades de praxe.










sexta-feira, 15 de outubro de 2021

Zambujeira do Mar

Um lugar encantador mas que, de toda a Costa Alentejana, é dos que mais sofre com a massificação do turismo.



Coimbra

Na esplanada do Convento de São Francisco avisto Coimbra e a sua Cabra
: Marcador :

 

quinta-feira, 14 de outubro de 2021

Entrada da Barca

No Festival Terras sem Sombra visitamos dois dos cinco pequenos portos de pesca desta zona da costa alentejana. Porto Covo, Porto das Barcas (do Canal), Lapa das Pombas, Entrada da Barca e Azenha do Mar. São portos muito pequenos utilizáveis em pouco mais do que quatro meses por ano. Alguns tão pequenos que só conhecendo muito bem a costa são visíveis e a entrada nestes abrigos é, só por si, uma aventura. No penhasco por cima de Entrada da Barca há um pequeno oratório com uma imagem que todos os anos vai em procissão marítima saindo e regressando ao embarcadouro.


Lagoa do Fogo

Paragem obrigatória para quem vai aos Açores. Quer seja pela primeira, segunda, terceira, quarta vez!
Vai-se sempre com a esperança de encontrar bom tempo lá em cima e que se possa ver a lagoa no seu máximo esplendor.

Desta vez não foi o caso...



Tive mais sorte em 2016.

Moinho de Maré do Seixal, em Corroios



 

Escadinhas de São Miguel Lisboa


 

quarta-feira, 13 de outubro de 2021

Cabo Sardão

Continuando a caminhar para sul, passado o Cabo Sardão, vale a pena olhar para norte. A paisagem da costa alentejana é deslumbrante. Não que eu a consiga retratar como merece mas não deixo de a desenhar no meu caderno. É a maneira de a olhar com respeito e admiração.


Encontro Nacional de Urban Sketchers - São Miguel, Açores


Que fim-de-semana maravilhoso! 3 dias em São Miguel que foram emotivos, intensos e de grande satisfação. 

Foi uma belíssima organização. O grupo está de parabéns. Gostei de ver muita malta nova de caderno na mão, o gosto por desenhar e os Açores... tantos motivos para registar, desde o Oceano à paisagem... os verdes!

A equipa de voluntários foi excepcional e pronta para organizar um Simpósio (a ideia foi logo semeada). Motivos não faltam para uma boa estadia e a desenhar.

Depois de tantos elogios e aqui são poucos, deixo mais um registo:


  E tão bom desenhar em grupo. Sentia muito a falta disso.

Frutas e legumes cá de casa


 

Rua de s, BENTO

terça-feira, 12 de outubro de 2021

Cabo Sardão

O farol e o Cabo Cabo Sardão vão aparecendo e desaparecendo com as curvas, subidas e descidas que o Trilho dos Pescadores (Rota Vicentina) faz pelas arribas mas, de repente, ali está ele com toda a altivez.

Numa oportuna visita no âmbito do Festival Terras sem Sombra foi demonstrado com grande clareza o  equívoco que resultou na construção deste bizarro farol.


Faculdade de Ciencias

"Historias de cadernos de viaxe" 4



 Um mercado é sempre um local a visitar onde nos aproximamos das pessoas locais, percebemos os seus hábitos e conhecemos os produtos da região. Ao sábado, no Mercado de Abastos em Santiago desenhar  é difícil pela quantidade de clientes existente. O marisco que se vende é inacreditável pela variedade e qualidade é evidentemente um produto local. Sá consegui fazer este lavagante e com alguns encontrões. Conclui o desenho com a entrada do mercado e mesmo esse foi muito simplificado pela chuvada que começou a cair. Definitivamente não era o dia ...

Pessoas a ler




 Lisboa

Esferográfica : Caneta de Feltro


 

segunda-feira, 11 de outubro de 2021