Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

sexta-feira, 13 de julho de 2018

Desenhar com (XI) Vítor Silva #02



©Luís Caetano (mais fotos)
Fizemos a pausa prevista para o almoço um pouco tardiamente. Algumas pessoas não puderam ficar e despediram-se. Nós, os que ficámos, pusemos a conversa em dia e depois do piquenique subimos até ao mirante do parque onde a vista é realmente desafogada. Vislumbra-se a ilha da costa Norte à costa Sul numa panorâmica (360º) única...

 (Caneta caligráfica, grafite, carimbo, aguarela e lápis de cor)                                                 «in situ»

2 comentários:

Celeste Vaz Ferreira disse...

Como gostava de ter lá estado...
O desenho ficou lindo, adoro como ondula pela página.

Alexandra Baptista disse...

Querida Celeste, havemos de fazer uma passeata destas convosco por cá. Abraços.