Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

segunda-feira, 11 de junho de 2018

Desenhar por Desenhar no jardim do Torel

Enquanto os nossos Instagram's se enchem de deliciosos desenhos, vindos de todo o mundo,  de pessoas na praia, cidades solarengas, cores quentes e alegres, a nós resta-nos desenhar ao vento e à chuva, com um frio de rachar, as folhas dos cadernos  a voar, os cabelos nos olhos... enfim,.um pesadelo! Porque apareceu então tanta gente no Jardim do Torel?  Isso é que parece um mistério, mas todos sabemos a resposta :))  !
(Só publico este pobre desenho para não fugir à regra de não publicar fotos sem desenhos. Estava  quase a desistir quando, para variar, me fugiu o olhar para este sábio senhor, já bem velhote, que   energicamente se ginasticava nas máquinas de manutenção, indiferente à intempérie!)


1 comentário:

Rodrigo Briote disse...

Cada vez melhores esses desenhos de árvores.