Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

domingo, 13 de maio de 2018

Desenhar nos Cucos com os Oeste Sketchers

O dia começou com alguns chuviscos, num jardim exótico é assim, sem as quatro estações num dia não teria a mesma piada. Alguns ficaram deslumbrados com o espaço e foram explorar os recantos do Jardim, outro ficaram com o atelier montado no carro ou nos bancos por ali espalhados.


A manhã foi produtiva, estava tudo concentrado nos edifícios das antigas termas e nas vilas que serviam os residentes, os 125 anos do local já se mostram na sua degradação.



De tarde andamos junto ao rio a explorar as azenhas da Sertã e da Boiaca, havia trilhos e ruínas ocultas na vegetação, o campo também estava na sua melhor floração e não faltavam caminhos por descobrir e espantar o olhar.


De regresso ao jardim, deu para desenhar mais e aproveitar a calmaria e o Sol agradável de fim de tarde.


3 comentários:

Teresa disse...

A manhã foi muito agradável, em boa companhia. Como era cedo quando chegámos eu e a Marilisa, ainda deu para fazermos uma pequena caminhada pelos trilhos que estavam muito .floridos. É um lugar onde regresso sempre com prazer. Obrigada pela oportunidade Oeste Skectchers! Obrigada Bruno!

Miú disse...

Belo grupo, belos desenhos e belíssimos lugares!

Anónimo disse...

Uma óptima manhã, apesar das correntes de ar e pingas da chuva...
Obrigada e até breve!