Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

sexta-feira, 9 de março de 2018

Nossa Senhora do Monte

When you bite more than you can chew. Ou como te lanças a um desenho cheio de boa vontade, e percebes que podias demorar várias horas. A determinada altura é abreviar, em detrimento do detalhe. E ter fé que a essência ainda lá esteja.


3 comentários:

João Santos disse...

Uff, isso é que foi coragem! Mas a "abreviação" resultou, quem conhece a vista identifica-a bem.

Rita Catita Afonso disse...

Que bonito! Que bom poder ver os teus desenhos aqui ;)

Anónimo disse...

Obrigado João! Acho os teus desenhos fantásticos.
E obrigado Rita pelas palavras de encorajamento :)!