Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

sábado, 17 de março de 2018

Dançar não tem idade

Da sessão de dia 14 de Março nos amigos de Apolo, junto mais dois desenhos que aí fiz.

No primeito,não pude deixar de registar uma bela senhora, nos seus oitenta e tais, que deveria ter sido uma excelente bailarina/dançarina de danças de salão e que (ainda) dançava com uma leveza incrível. Faltava-lhe apenas um par à altura (que certamente já teve).

O segundo é um sketch muito rápido, apenas para registar a profesora de dança, a Catarina.




2 comentários:

Rosário disse...

Tão gira a senhora!

Maria Leonor Janeiro disse...

Grande fim de dia!
Leonor Janeiro