Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

O regresso da rotina

Mafra acordou numa sopa de nevoeiro. Apesar disso consegue-se sempre encontrar uma boa montra para desenhar. Depois de deixar as miúdas na escola fui beber o meu café. O café foi escolhido por ter esta janela enorme. Como já disse antes esta é a melhor forma de começar o dia: Desenhar!



3 comentários:

Henrique Vogado disse...

Quando olhei parecia que estavas a desenhar na traseira de uma viatura. Fiquei com a ideia que estavas no trânsito com o automóvel atrás ;-)
Nada como desenhar no ambiente de um café! Um Bom Ano! Abraço.

Luís Ançã disse...

Uáu, António, fantástico!

Rosário disse...

Bem conseguido!