Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

sábado, 6 de janeiro de 2018

Estremoz

No dia 1 de 2018 Estremoz estava soalheira e muito calma. Só desenhando me apercebi da quantidade de cabos  que  atravessam os quarteirões. Não seria melhor enterrá-los?
Leonor Janeiro

2 comentários:

Rosário disse...

Boa perspectiva! Estes cabos são uma praga que existe em muito lado!

USKP disse...

Gosto muito do desenho e da forma como os cabos estão alinhados com os degraus...se fosse na India seria um pouco mais confuso ;-)

Fefa