Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

John Hancock Center

Isto há que fazer escolhas que o tempo e a vida são caros e os US$ não chegam para tudo.
Não entrei na Willis Tower mas fui ao John Hancock Center que é um arranha-céus feito pelos mesmos arquitectos, um pouco mais baixo e um pouco mais antigo mas muito mais bonito.
No 95º piso tem um famoso (e caríssimo) restaurante com uma mezzanine/ bar, o SIGNATURE ROOM onde, pelo preço da bebida mais barata (um sumo de pacote por 10,00 US$) estive 15 minutos numa mesa mesmo defronte da janela virada a poente. De vez em quando passava uma nuvem e ficava virado para lado nenhum. Tudo branco e as luzes interiores aumentando de intensidade.
Nestas planícies do Mid West o horizonte é mesmo horizontal e o casario a perder de vista mas cada vez mais ralo e entremeado com verdes.

10 comentários:

SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e Outras disse...

Gosto imensamente da arte pictórica. Tenho um amigo fraterno que é excelente artista plástico, Rodrigo de Haro. Gosto demais de aquarela, coisa que ele não faz. Aquarela é o tipo de arte que é lançada como uma flecha que não atingindo o alvo, só resta a possibilidade de lançar outra. Por isso a surpresa até mesmo para o próprio artista, o resultado de sua obra. Adorei as pinturas aqui expostas! Parabéns! Grande abraço. Laerte.

Pedro disse...

Obrigado Laerte.

Pedro Ribeiro disse...

E fizeste muito bem pois o Signature é um bar fantástico e com vistas extraordinárias para se pintar (e podes fazê-lo sentado).
A Willis Tower (outrora Sears Tower) só é maior em tamanho, não em beleza, nem glamour e muito menos em história!

Obrigado por toda a reportagem sobre Chicago, foi muitíssimo boa e completa e deixou, aos que cá estavam, com um excelente sabor àquela cidade fantástica e claro, embrenhados no espírito do simpósio.
Bem hajas.
Forte abraço e de novo o meu muito obrigado!

nelson paciencia disse...

Que grande desenho Pedro!

Pedro Ribeiro disse...

Já agora... viste as aranhas gigantes nas janelas do bar do lado sul, o lado contrário ao vento?

Pedro disse...

Obrigado Pedro Ribeiro. Não dei pelas aranhas nos vidros, mas acredito. Com aqueles exageros de alturas haverá sempre surpresas.

Rosário disse...

Que bom desenho!

Ana Cristina Jácome disse...

Desenho maravilhoso!!
Grande resolução do problema da distância e das cores..less is more

Bruno Vieira disse...

Um momento de reportagem fabuloso

Mário Linhares disse...

Mas que grande correspondente!!
Um prazer ver os teus desenhos recheados dessas histórias!!