Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

segunda-feira, 31 de julho de 2017

ramito




Ramito apanhado no chão das Conchas e feito em casa, com caneta preta.

 Andava cheia de dores no ombro esquerdo, ontem de manhã fui às urgências do hospital da Luz - artrose. Braço ao peito e um batalhão de medicamentos a tomar e gelo.

 Assim só posso fazer pequenos desenhos e a caneta, pelo menos vão-me entretendo pois não posso fazer quase nada, só com o braço direito. E este coitado anda numa fona!

3 comentários:

Henrique Vogado disse...

Esse ramito apesar de frágil mostra a força de uma desenhadora! As melhoras Helena.

André Duarte Baptista disse...

Rápidas melhoras Helena. Por razões óbvias este desenho diz-me muito, sobretudo de que "massa" és feita. Bjs

Alexandra Baptista disse...

Melhoras Helena, e força de «ramito».
(estas B&W têm muita força)