Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

domingo, 2 de julho de 2017

Forte São Vicente I

No inicio das preparações para a inauguração do Centro Interpretativo do Forte São Vicente, em vez de tirar apenas fotografias decidi fazer alguma reportagem gráfica, em parte difícil porque é impossível carregar, montar e organizar coisas conseguindo ao mesmo tempo desenhar... Também não é um tipo de desenho onde tenha experiência, é difícil fazer desenhos rápidos e registar figuras em movimento. O pequeno bloco de bolso e alguns marcadores velhos acabam por servir mesmo para isso...






mais em Link

2 comentários:

USKP disse...

Talvez seja necessário visitar o local, Forte de S. Vicente, onde está funcionar o novo Centro de Interpretação das Linha de Torres Vedras,para se perceberem estes desenhos. Parabéns Bruno Vieira, pelo trabalho desenvolvido. Todos os intervenientes nesta recuperação estão de parabéns, conseguindo transformar um ruina num polo de atração, valorizando Torres Vedras e a sua história.

Bruno Vieira disse...

Obrigado. O centro de interpretação é relativamente pequeno, no museu Leonel Trindade na cidade existe muito mais informação e vale a pena. Estes eventos com encenação são raros, espero que possam surgir mais vezes, todos os sistemas de comunicação inventados na época são muito interessantes.