Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sexta-feira, 21 de julho de 2017

10x10 no Mercado de Campo de Ourique

Tema 9: Mercado local = grandes profissões
Pedro Loureiro

Foi um fim de tarde muito stressante! Lisboa estava caótica, com transito em toda a parte! Era indiferente fugir por esta ou aquela estrada! Estava tudo parado! Provavelmente um acidente algures no meio da cidade terá provocado o caos... Resultado: nós chegamos atrasados, o instrutor chegou atrasado e outros terão chegado ainda mais atrasados! E por isso o primeiro exercício que o Pedro tinha em mente para colocarmos em prática no mercado ficou como trabalho para casa!


Uma profissão exercida no mercado.
A proposta seria desenhar o profissional, o produto e o cliente! Escolhi a banca dos frutos secos, onde estava a Esmeralda. Não parou nem por instantes de trabalhar! Só os clientes a faziam pousar os enormes sacos de frutos secos que estava constantemente a pesar na velha balança! Tenho a certeza absoluta de que não só os produtos, mas como também a sua enorme simpatia faziam com que muitos clientes se aproximavam da sua banca!


Uma refeição servida no mercado.
Desenhar a trajectória de uma refeição, desde do momento em que a comida é feita até as sobras serem retiradas da mesa. Sim, desenhar quem a cozinha, quem a serve, quem a come e quem limpa o que resta dela! Tive o azar de não chegar a tempo para desenhar o hambúrguer e as batatas a serem saboreadas pelos clientes... escolhi uma refeição fácil de ser engolida e por isso faltou-me a última parte do exercício...

4 comentários:

Celeste Vaz Ferreira disse...

Lindo Ketta!!

Alexandra Baptista disse...

Essas cores, ahhh gosto muito.

teresa ruivo disse...

Ketta...comentei o teu desenho no post de Lisboa Oriental...Estou pior:))

Pedro Loureiro disse...

Extraordinários, como sempre!