Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

terça-feira, 25 de julho de 2017

10x10 na Comunidade de Emaús

Tema 10: Reportagem de grupo
Mário Linhares

Última sessão do 10 years x 10 classes: um grande projecto internacional USK que decorreu em várias cidades do mundo! E Lisboa não foi a excepção! Com grandes formadores e excelentes exercícios de desenho!
Por aqui terminamos com quem deu início a isto tudo!
 

A Comunidade de Emaús não dá preferência aos objectos expostos por longos corredores ao ar livre. Como também não dá importância à história que existe por trás de cada pessoa que por lá passa. Também não interessa saber o futuro que cada companheiro escolhe para si. Apenas se foca na pessoa. Aquela que procura estar e estar bem. 
E assim também era o primeiro exercício proposto pelo Mário: desenhar em pequena escala os objectos na parte inferior da página e desenhar uma pessoa da Comunidade em escala maior na parte superior da página, dando-lhe assim a sua devida importância!  


Este não é o resultado da proposta do segundo exercício, que seria fazer uma mancha com aguarela e depois desenhar com a caneta preta o edifício e, mais uma vez, pessoas em escala maior! Fiquei com o Matias, enquanto ele dormia e, talvez por isso, tive o privilégio de apreciar esta vista. Sim, é verdade que estava limitada à escolha do ponto de vista, como também o facto de levar as páginas já com um fundo preparado não me dava margens para usar a aguarela, mas também não nego que recusei-me em desenhar uma pessoa nestas páginas... acho que não queria "estragar" as páginas...

5 comentários:

Filipe Pinto disse...

O segundo é muito bonito mas o primeiro capta melhor o espírito do local.

José Cabral disse...

São bonitas as duas. Não vejo como poderias estragar a página,dás sempre a volta.

Bruno Vieira disse...

Que belas atmosferas.

Pedro Ribeiro disse...

Gosto tanto Ketta!
Muito obrigado pela inspiração!

Alexandra Baptista disse...

Sim, são muito bonitas estas páginas.