Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Vedação na Quinta do Ferro

Desde a primeira visita que esta vedação queria entrar para o meu caderno e acabou por ficar demasiado forçada. As verticais tombadas, os cabos elétricos estragando a composição, a coincidência do ângulo dos cabos com o skyline...
Precisava de uma prancheta maior, de mais tempo e de algumas medidas, mas continuo achando que esta vedação se presta e merecia melhor.
A composição, a diversidade de materiais em layers sobrepostos, o ritmo que acelera e atrasa... parece um "catálogo da Quinta do Ferro"
Algum artista mais apto que se atire ao tema.

4 comentários:

teresa ruivo disse...

"mais apto"? No comments...

Bruno Vieira disse...

um registo nada fácil mas muito interessante

Jrosa disse...

Mais apto? Só se for o Leonardo que viveu entre os séculos XV e XVI...

hfm disse...

O que eu gosto destes teus desenhos da Quinta do Ferro.