Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Em Mafra

Há três coisas para se fazer, por esta altura, em Mafra: ver a exposição do António Procópio, almoçar no restaurante Himitsu onde está a exposição e, claro, desenhar o Convento de Mafra. Por esta ordem.


4 comentários:

Pedro disse...

Um programa invejável. E o desenho também.

teresa ruivo disse...

Concordo com o Pedro. Mas acho que este convento não cabe em todos os cadernos:)))

Procópio António disse...

Estava muito curioso em ver o resultado. Está extraordinário. Tenho de o ver ao vivo. Obrigado pela visita!
Grande abraço

DiasVanda disse...

Ai, Teresa ... para mim, um caderno para cada janela ;-) Belo sketch, mestre!