Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

segunda-feira, 2 de julho de 2018

Transumância II

Desenhos da manhã, desenhando e andando.
Uma bela caminhada entre as brumas e o negro das árvores, na sua grande parte ardidas...
A atmosfera merecia detalhes de uma hora e a magia da aguarela, mas tinhamos três rebanhos que não paravam e mesas mais acima na aldeia, cheias de iguarias da serra para degustar. :D





5 comentários:

Rosário disse...

Que desenhos! Deve ser fantástico fazer este percurso com os rebanhos! Parabéns!

João Santos disse...

Gostei muito deste minimalismo, sobretudo no 2º e 3º só com a mancha :)

André Duarte Baptista disse...

muito bons. deve ter sido mesmo muito interessante. parabéns

hfm disse...

Gosto. Muito.

Pedro disse...

Conseguiste apanhar aqui a essência da subida.