Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

domingo, 29 de abril de 2018

Marvão

Uma aguarela rápida da imensidão que o olhar captava por entre os telhados, enquanto bebia uma Barona, cerveja tradicional alentejana cujo rótulo quer-me parecer foi muito bem ilustrado por um dos nossos. Pedro Loureiro?




4 comentários:

Pedro Loureiro disse...

Haha! Bestial! Para variar um pouco das pessoas do metro :)
Foste à terra da Barona! É um desenho meu sim, e está outra Barona em preparação agora mesmo ;) Keep posted.

teresa ruivo disse...

Adoro o desenho. Aposto que te soube bem fazer uma viragem a 180 graus!

João Santos disse...

Pois, soube bem variar o "alvo" e o método! E Pedro, o rótulo está fabuloso, assim como a cerveja, que nunca tinha provado :)

joao carvalho disse...

Está excelente!