Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

terça-feira, 28 de março de 2017

Ainda Minde

Ainda faltou publicar este desenho feito no encontro em Minde. É o resultado de uma brincadeira que fiz com o Tomás Reis e que consistia em mapear o edifício do Museu da Aguarela Roque Gameiro colocando todos os alçados no mesmo plano. Faltou caderno para concluir o lado direito. Na prática o resultado final interessa muito pouco. O divertido mesmo é fazer o exercício agarrando a perspetiva que nos vai escorregando, tentando domá-la e brincar com ela até onde a razoabilidade do olhar o permite. Fazer asneiras e continuar como um miúdo à descoberta, absorvendo de olhos bem abertos cada centímetro do edifício.

2 comentários:

Rita Catita Afonso disse...

Que maravilha!

USKP disse...

Grande, grande resultado!
Agora dá para lembrar como é este belo edifício.

Tomás Reis