Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

terça-feira, 20 de setembro de 2016

PORTO I

Tal como sublinhei ontem a viagem de comboio não correu muito bem. Mas foi  apenas a viagem porque a partir do momento que cheguei ao Porto a história foi outra. Passou de certeza mais de uma década desde a última vez que visitei o Porto. Encontrei um Porto fresco e renovado cheio de vontade de ser desenhado. A organização foi (nunca é demais voltar a sublinhar) extraordinária. Por isso os ingredientes estavam todos preparados para um fim de semana de desenho. Comecei o percurso B na Praça dos leões com o Primeiro desenho. Gosto muito de desenhar casas e no Porto encontramos em cada esquina uma perfeita para desenhar.
A Torre dos Clérigos é bonita de qualquer lado. Após ter feito uma visita em seu redor decidi integrá-la na praça com as restantes casas. Foi uma aventura tentar desenhar as casas entre turistas.
A descida até ao ponto do encontro para o almoço foi feita de cabeça erguida a olhar em redor. Torna-se difícil escolher pois é tudo interessante. Acabei por desenhar a Igreja de  São Nicolau porque achei muito interessante a relação da igreja com o prédio ao lado.
Já depois de almoço, sentado na relva observei o douro. A Tarde que chegava trazia promessas de muitos bons momentos de desenho.





8 comentários:

nelson paciencia disse...

Grandes desenhos!

AB disse...

Eu, tripeiro dos sete costados, fiquei deslumbrado com estes desenhos. São tão identificáveis que até arrepia. Muito bons, obrigado!

Rodrigo Briote disse...

Bela coleção de casas do Porto

Rosário disse...

O Porto sentido com bons desenhos!

teresa ruivo disse...

Boa António! Que desenhos magníficos!

Eduardo Salavisa disse...

Bons desenhos. E estás a mudar o tua abordagem ou foi só uma experiência?

nelson paciencia disse...

Que grandes desenhos, andas estratosférico!

Rita Caré disse...

Estão todos espectaculares, mas a solução do 2º chama muito a atenção do olho :)