Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Alfeite - o Arpão e a Vasco da Gama


É um cliché, mas se me dissessem que um dia iria entrar num submarino eu duvidaria a pés juntos (e mãos também). Mas a verdade é que os USk lá me proporcionaram mais esta aventura, desta vez debaixo de água. O interior do submarino é apertadinho, mesmo muito apertadinho, e só me lembrava de como fui enganado pelos filmes de hollywood que filmavam submarinos que grandes salas de comando e tudo o resto.
Calhou-nos na rifa descer ao Arpão, mas bem que podia ter sido ao Tridente (ao que parece são exactamente iguais).


À tarde visitámos algo um pouco maior e mais espaçoso, a fragata Vasco da Gama. Ao contrário do Arpão, tinha várias janelas e muito espaço exterior onde apanhar ar puro e desenhar algo que não esteja a mais de 1 metro à nossa frente. Houve quem se tivesse sentado na cadeira do comandante na sala principal, mas eu fui-me sentando aqui e ali, tentando não me encostar a nada que pusesse disparar.


Resumindo, foi um belo encontro, como só os USk sabem fazer.


6 comentários:

nelson paciencia disse...

Que desenhos estupendos estes teus, caramba!

Pedro disse...

Gosto muito do envidraçado da ponte.

Maria Celeste disse...

...como sempre desenhos impecáveis...

Manuel Tavares disse...

A qualidade do costume!

Manuel Tavares disse...

A qualidade do costume!

Rosário disse...

Sempre fantásticos!