Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

sábado, 9 de fevereiro de 2019

Viagem pelas políticas de habitação no séc. XX


Políticas de habitação – modelos, tendências e desafios”
Conferência e Workshop
 
Hoje o dia foi dedicado às Políticas de Habitação, organizado pelo
Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais (CICS.NOVA) e o Urbanólogo, contando ainda com a colaboração da Fundação Friedrich Ebert.
 
Da parte da tarde fizemos uma viagem pelas políticas de habitação do séc. XX, em Lisboa.
 
 
Páteo da FCCH - hora de almoço, na companhia do Filipe Oliveira.
 
 
A primeira paragem foi no Alto da Ajuda - das casas económicas, ao PER - Programa Especial de Realojamentos
 
 
A 2ª paragem aconteceu no Bairro Arco do Cego. A sua construção iniciou-se no ano de 1919, mas com várias interrupções provocadas pelas convulsões políticas. O Estado Novo deu continuidade, mas desvirtuando o conceito original de Bairro Operário. É concluído no ano de 1935.
 
 
 
Seguiu-se o Bairro de Alvalade, iniciado na década de 1940. Um bairro eclético, com uma mistura de Casas Económicas e casas de rendas controladas. Este Bairro resulta da parceria entre Estado, Cooperativas e empresas privadas.
 
 
 
Foi o último desenho. Vencido pelo cansaço, fruto de um dia bastante produtivo.
Parabéns à organização, em especial ao Urbanólogo.
 
 

7 comentários:

Rita Catita Afonso disse...

Este tour está muita bom. Beijinhos!

teresa ruivo disse...

Um aplauso para o desenho da igreja S. João de Deus! Está muito giro, e retrata-a na perfeição. Além disso as pessoas ficaram mesmo bem!

Bruno Vieira disse...

Cheio de desenhos interessantes, até com influências procópianas.

Alexandra Baptista disse...

Grande máquina André, parabéns!

João Santos disse...

Bela colecção de sketches André!

Pedro Loureiro disse...

Ca fixe! Belo tour. Levou-me de volta à escolinha :)

Suzana disse...

Que tour tão giro!