Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

quarta-feira, 25 de julho de 2018

Simpósio do Porto - dia 2

A manhã foi passada junto ao quartel-general - Alfândega
 
O almoço foi atribulado, mas nada que uma boa companhia compense todos os imprevistos. Nestas páginas trago registado os nomes de alguns dos vadios que me acompanharam durantes o fim-de-semana.
 
 
À tarde, o último sketchwalk na eclética Avenida dos Aliados, que foi pequena para receber mais de 800 urban sketchers. Um ambiente fantástico. Foi difícil encontrar 1m2 para me sentar a desenhar. Essa dificuldade agravou-se com o facto de estarmos sempre a encontrar alguém conhecido.
 
Aproveitei para registar alguns elementos de referencia. Nesta página apanhei uma das urban sketchers mais idosas do encontro.
 
Depois da fotografia de grupo, dirigimo-nos à Ribeira, onde aproveitei para captar Gaia.
 
Virei-me e tive de desenhar este casario que carateriza a identidade da frente ribeirinha.
 
 

4 comentários:

Teresa disse...

Fui abrir a foto para ler as assinaturas! De tantos pontos do país... Que bom esse convívio!

Rosário disse...

Desenhos muito atentos a tudo o que se passava no Simpósio! Gosto!

hfm disse...

Gosto tanto!

Isa Silva disse...

foi um dia em cheio e cheio de belos desenhos :-)