Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

quarta-feira, 4 de abril de 2018

Largo da Graça


 Hoje fui buscar o diário gráfico que estava na Zest Books para ser digitalizado e soube que o livro, com os nossos desenhos sobre as Lojas Tradicionais de Lisboa, deve sair no final de Abril.
Entretanto fui até ao Largo da Graça e como tinha o diário comigo fiz este desenho enquanto fazia tempo para a reunião da Refood de São Vicente, que está a arrancar com força - ando sempre a queixar-me com falta de tempo para tudo, mas não paro de arranjar tarefas, projectos e tanta coisa para me ocupar (e depois queixo-me que não consigo fazer desenhos).

1 comentário:

Nicolas globe croqueur disse...

J'ai un très bon souvenir de Lisbonne. Merci de me remémorer mon séjour grâce à ce dessin.

Nicolas globe croqueur.

http://france.urbansketchers.org/2018/04/sortie-sur-le-centre-pompidou-paris.html