Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

quarta-feira, 28 de março de 2018

Rua de Entrecampos

Ontem à hora de almoço estava um sol formidável. Genuíno dia de primavera que fez tanta gente sair à rua arejar o bolor acumulado pelos dias sucessivos de chuva.
Aqui mesmo ao pé, na Rua de Entrecampos vou descobrindo enquadramentos altamente desenháveis, como este quarteirão vazio tal falha do dente da frente no rosto da malha urbana, cheio de sombras fortes como o Sol que se fazia sentir e o céu de um azul incrivelmente saturado.


5 comentários:

João Santos disse...

Muito bom!

Vicente disse...

Gosto muito dos teus desenhos.

teresa ruivo disse...

Tanta luz!!!

Manuel Tavares disse...

Muito interessante a tua escolha pelo "vazio", pelo "mundano". Resultou muito bem. Bom sketch. :)

ceguinho da pova disse...

Muito bom. Parabéns! (João Coutinho)