Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Desenhos de Espera II - T.Vedras

Quando marcamos mesa num restaurante para as 20h, não é suposto sair de casa as 20h... Eu cheguei as 19h30 e só não morri de tédio porque até consigo encontrar algo interessante num parque de estacionamento desolado e feio. Bem que este descampado podia ser no topo de um miradouro...

7 comentários:

João Santos disse...

Eras um pro no desenho e agora estás pro nas aguarelas.

Ana Carvalho disse...

Valeu a pena esse tempo de espera, que nos deixou esta linda aguarela de cores suaves e escorridas...

teresa ruivo disse...

Um pro nas duas coisas:)

Maria Leonor Janeiro disse...

Viva o descampado!
Leonor Janeiro

Alexandre Esgaio disse...

Tão bom esse parque

José Louro disse...

Aqueles carrinhos ali à esquerda.... delícia.

André Duarte Baptista disse...

que belo registo. um pouco de tudo. bom trabalho