Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

domingo, 18 de fevereiro de 2018

Aldeia de Moledo, Lourinhã





Na aldeia de Moledo, Lourinhã, alunos da FBAUL trabalharam durante quatro anos a temática relativa a Dom Pedro e Dona Inês de Castro, de acordo com uma parceria entre esta universidade e a autarquia local. Deste trabalho resultou a construção de uma Rota De Esculturas, que serviu para consolidar a aldeia de Moledo como localidade histórica, assim como a requalificação urbana de alguns espaços.
Neste 14ºencontro dos Oeste Sketchers, num dia muito frio e ventoso, procurei desenhar em recantos mais abrigados, os aspectos envolventes da aldeia, tendo ficado para uma próxima ocasião a tentativa de desenhar  algumas das belas esculturas que por ali nasceram, relativas á passagem de Pedro e Inês por estas paragens.
Para algumas fotos de Moledo - www.facebook.com/rorarum2

2 comentários:

Maria Leonor Janeiro disse...

Uma boa iniciativa bem documentada
Leonor Janeiro

Rosário disse...

Bela iniciativa!