Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Desenhar pessoas

Desenhar pessoas é fascinante. Gosto de observar a forma como andam como inclinam o corpo, os gestos.... Há tanta coisa para observar. É um tema interminável. Este ano tenho-me levantado mais cedo e vou ao café (já em Lisboa) numa altura em que muita gente está a chegar. É uma grande oportunidade de fazer registos rápidos, porque a maioria das pessoas pede um café, que bebe de pé e sai. Vou juntando nas páginas do caderno pessoas que nunca se cruzaram. É uma espécie de coleção. Por vezes pinto, mas a maioria fica só a linha porque, por um lado o grande gozo está no passeio da linha pelo papel e por outro as pessoas andam sempre com roupas muito escuras.



7 comentários:

Pedro disse...

Cada vez melhores!

nelson paciencia disse...

Adoro o desenho colorido!

Rosário disse...

Muito giro!

João Santos disse...

Muito bons!

Suzana disse...

Percebo-te, é mesmo bom passear a linha pelas pessoas :)

USKP disse...

Belissimos desenhos
Leonor Janeiro

Pedro Ribeiro disse...

Muito bom!