Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

sábado, 13 de janeiro de 2018

Amizade com Rabiscos em Toalha de Papel


Bem sei que este não foi o meu melhor momento rabiscatório, que eles não estão nada bonitos e que vai contra as exigências de alguns dos rabiscados, mas o momento foi intensamente vivido, num almoço com muitos disparates. É um grande exemplo de como o urban sketching, no seu espírito intrinseco de desenhar ao vivo e em momentos partilhados, mantém a minha qualidade de vida espiritual.


P.S. Guardarei ano após ano este desenho numa toalha de papel, sim!

P.S.2 Não gostei muito da experiência de lápis de cor em toalha de papel... 

8 comentários:

Ana Crispim disse...

É assim mesmo! para memória futura...belos rabiscos

cirenia arias disse...

Adoro a composiçao do disenho!
Parabens como siempre Rita!

Rosário disse...

Ao sabor da linha!

André Duarte Baptista disse...

bela composição

Mário Crispim disse...

Eu estou muito bem representado!, sou o melhor dos 4 elementos.

Pedro disse...

É um desenho cheio de sentimento!

Manuela Rolão disse...

O que conta um desenho? Tanto! Gosto muito!

Rita Caré disse...


Obrigada a todos pelos vossos comentários!
Abraços