Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Uma panorâmica

Hoje o dia foi passado em casa a descansar.Sentado na minha varanda comecei a desenhar as minhas plantas. Tinha tempo e por isso deixei-me levar. Continuei pelo pilar do lado esquerdo e só parei do lado direito, quando já estava meio perdido nas linhas. No meio desta loucura, ainda tive tempo de desenhar os miúdos que brincavam lá em baixo. São momentos como este que fazem valer a pena cada viagem que faço para ir trabalhar para Lisboa.

2 comentários:

Benedita Pinheiro disse...

Está muito giro. O resultado muitas vezes é melhor quando apenas se pretende passar o tempo de um modo prazeiroso.

João Santos disse...

Muito bom!