Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Recriação da batahla do Vimeiro


 No adro da igreja do Vimeiro, sketchers em ação, treinando para perpetuarem nos seus cadernos a ,recriação do confronto entre as tropas francesas e anglo-lusas. Entre eles, Maria João Quintino, Luís frasco e Ana Ramos.
Depois do almoço o "batalhão" do Oeste Sketchers, foi conduzido até ao outeiro do Vimeiro, para participar noutros desafios. É aqui que se encontra o Centro de Interpretação da Batalha do Vimeiro, que possibilita , através de uma grande janela envidraçada, a observação do local onde se confrontaram os exércitos Anglo-Luso e Francês, no dia 21 de Agosto de 1808. As forças Anglo-Lusas comandadas pelo tenente-general Sir Arthur Wellesley e as forças francesas comandadas pelo general Jean-Andoche Junot. Foi aqui, no topo das escadarias viradas para o campo de batalha que fiz este desenho.