Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

domingo, 11 de junho de 2017

A sede da EDP

Esta ilustração, feita para o jornal Público suplemento P2 que saiu hoje, apesar de ser feita a partir de um desenho de observação e feito no sítio não obedece ao manifesto dos USk que não permite usar o Photoshop (como todos os manifestos são para transgredir). Aqui teve que ser para fazer o contraste entre o céu de um azul forte e o branco luminoso do edifício. E em casa ainda acrescentei um senhor de óculos a sair rapidamente com uma pasta. Consegue-se perceber quem é?

Se quiserem ver os dois apontamentos que fiz, podem ir ao meu blog.


10 comentários:

cláudia mestre disse...

Gosto muito deste desenho! Está top Eduardo!

Pedro disse...

.

nelson paciencia disse...

Também gosto!

Rosário disse...

O Mexia está lindo!

teresa ruivo disse...

Uma coisa tão difícil, e ficou tão giro!

Eduardo Salavisa disse...

Obrigado. Por acaso este edifício, para mim, é dos mais difíceis.

Alexandra Baptista disse...

Eu acho que está muito interessante (gosto bastante) e não me parece que a coloração digital deva ser um problema.

João Santos disse...

eheheh adoro o Mexia e o céu!

Pedro Loureiro disse...

Já avisei o Alvin Wong. Ele está a caminho com a Sketcher Police ;)
Grande fusão!

Marcelo de Deus disse...

Hmmm, a sair de fininho e com uma pasta...não estou a ver :)

se ainda fosse com muita pasta....!