Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sábado, 13 de maio de 2017

Máscara Ibérica_ parte II

Depois do fantástico desfile, explorei o recinto do festival e fiquei verdadeiramente surpreendida com o stand do Sr. António Alves da aldeia de Verge (Bragança). Das suas mãos e imaginação nascem máscaras e outros objectos nos mais diversos materiais e formatos. Frigideiras, tachos, madeira maciça, lata, palha de centeio entrelaçada com silvas, cortiça são o ponto de partida para esta verdadeira explosão de criatividade!


6 comentários:

Rosário disse...

A criatividadee das mascaras e os teus desenhos fantásticos!

nelson paciencia disse...

Adoro este desenho!

Cesar disse...

Está muito bem, Paula. Nota-se bem a tua marca!

Suzana disse...

Adoro esta diversidade, muito bom Paula!

Isa Silva disse...

que bela colecção :-)

USKP disse...

Muito obrigada a todos! :)

Paula Cabral