Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

terça-feira, 11 de abril de 2017

Vivá Primavera!

Em acção, sob o olhar atento da pequena Alice
Estrelícia

Íris

Rosmaninho


6 comentários:

Suzana disse...

Que experiências bonitas João! É pastel a óleo?

nelson paciencia disse...

Atão agora deu-te para desenhar flores?

João Santos disse...

Obrigado Suzana. São lápis de cera mesmo. Embora com o calor ja estivessem tão moles que pareciam pastel a óleo sim :)
Oh Nelson, a Nini pediu-me, são para colocar numas molduras na casa dos pais. Foi a minha 1a vez a desenhar flores eheh

Lurdes Morais disse...

Sente-se o calor nas tuas plantas. Gosto muito.

jeanne disse...

a primeira vez? apetece ver como é que ficaria se desenhasses gente como se fossem flores...

teresa ruivo disse...

Pois a mim parece-me muito bem:)