Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sábado, 29 de abril de 2017

Óbidos - Latitudes

Hoje à tarde no Festival Latitudes, com o Tomás e o Bruno Vieira.
 
Dia de reencontro com amigos. O espaço que nos cederam é fantástico. A exposição ainda melhor. Depois de investir em livros e num caderno novo, fui com o Tomás fazer uns desenhos.
O 1º foi da Igreja de Santa Maria, à sombra do muro. Este ainda saiu da mão esquerda.
 
 
Depois de uma visita à Igreja de Santiago, deixamos o Bruno para trás, "agarrado" a uma panorâmica sob a vila. Faltou-me a coragem, sigo caminho com o Tomás à procura de um cantinho para mais um desenho. Este é um misto entre mão esquerda e mão direita. Caderno novo - Laloran - há muito que não comprava um caderno...
 
 
 

4 comentários:

Alexandra Baptista disse...

A VILA DE ÓBIDOS É FANTÁSTICA E OS DESENHOS ACOMPANHAM.

Miú disse...

Gosto imenso do segundo desenho, André!

nelson paciencia disse...

Também gosto muito do segundo desenho!

André Duarte Baptista disse...

Obrigado