Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

domingo, 16 de abril de 2017

Na cozinha

Depois de um bom almoço e tudo arrumado, proporcionou-se um momento de relaxamento, reflexão e concentração que o desenho nos traz.


16 comentários:

teresa ruivo disse...

Que coisa linda:)

Suzana disse...

Muito bonito! Gostei do pormenor das "maternidades" :)

Pedro disse...

Tudo tão arrumadinho.

Hélio Boto disse...

Gosto bastante! Parabéns pelo bom trabalho, Manuela!

Lurdes Morais disse...

Gosto desta cozinha, pelo efeito do contornando dos objectos em primeiro plano e pelos contornos difusos do que está por trás. Bem conseguido.

Filipe Pinto disse...

Umas belas relíquias e muito bem desenhadas.

nelson paciencia disse...

Gosto muito deste desenho e do seu tom azulado.

AB disse...

é isso! para além de tudo, este azulado é cativante!

Rita Catita Afonso disse...

Uma cozinha romântica e muito bem ilustrada.

cláudia mestre disse...

Tão Lindo! Eu conheço a tua cozinha :)

Ana Crispim disse...

Muito muito BOM!!!

Rosário disse...

Gosto desta cozinha!

Filipe Almeida disse...

Gosto muito das tuas tonalidades.

Fernanda Lamelas disse...

A cozinha também é um lugar de memórias... Gosto muito!

Eduardo Salavisa disse...

Tudo arrumado e as cores a condizer.

Marilisa Mesquita disse...

Adoro os teus desenhos! de uma sensibilidade rara e este cheio de memórias :)