Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sexta-feira, 7 de abril de 2017

Desenhar em com a família

Passear com a família e desenhar pode ser incompatível. Pelo menos para mim que adoro perder-me nas linhas horas sem fim. Mas pode-se desenhar de varias maneiras. E aqui sou eu que tenho de me adaptar. Tentei por isso aplicar o que aprendi com o Norberto Dorantes ( muito difícil) Desenhar depressa e captar a essência do lugar. O importante mesmo é que as minhas filhas estão a adorar o Porto e também desenharam.

1 comentário:

Teresa disse...

Que bom essa partilha de interesses familiar ^____^