Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sábado, 25 de março de 2017

Panquecas

Hoje fui o primeiro a acordar. Fui até à cozinha e decidi fazer panquecas. As meninas estão sempre a pedir. Como estava com tempo, sentei-me na mesa da cozinha a desenhar os ingredientes. É muito bom começar assim o dia de forma serena a desenhar bem devagar.
A pilha de panquecas foi crescendo. O último desenho, a pilha de panquecas, foi mais rápido pois as meninas, que entretanto acordaram estavam ansiosas pelo pequeno almoço. O acompanhamento foi como sempre chocolate e mel. Faltou a canela.

5 comentários:

Pedro disse...

Apetitosas

Rosário disse...

Que bom! (as panquecas e o desenho)

Eduardo Salavisa disse...

És um pai exemplar.

Suzana disse...

Tão giro, adorei :)!

L.Frasco disse...

Ganda Procópio! Não só pores-te a fazer panquecas como ainda fazes um desenho destes!