Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

quarta-feira, 22 de março de 2017

O pijama gato

Não sei se já viram mas agora existem uns pijamas tipo macacão a imitar animais e super heróis. Um vizinho meu tem um picachu. Mas eu tenho miúdas. Por isso a Rita tem um gato. Mas não é um gato qualquer. É todo cor de rosa. Como esta é altura de testes hoje foi buscar os apontamentos e deitou-se no chão da sala a estudar. Assim deitada parecia mesmo um gato de pelúcia.
Fui buscar o caderno e comecei a desenhar.
Utilizei uma caneta de aparo com tinta solúvel em água. Gosto de pintar com aguarelas depois de desenhar com ela, pela incerteza  criada quando coloco a água. Esta mistura potencialmente catastrófica deixa-me liberto da expectativa de um bom resultado final. Deixo-me ir e pronto.

1 comentário:

Rita Catita Afonso disse...

Essa Rita também é muito Catita. Está spectacular!