Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

quinta-feira, 30 de março de 2017

Museu Soares dos Reis

Encantam-me estas "peregrinações".
Às vezes dou com um destas passagens e volto atrás para ver melhor.
Às vezes volto à frente e volto atrás só para ver o alinhamento a fazer-se e a desfazer-se, tentando decidir qual a perspectiva mais bonita.
Às vezes não abona muito para a imagem da minha sanidade mental e vejo-me forçado a explicar: "... oiço vozes que comandam as minhas pernas". Resulta sempre!

3 comentários:

hfm disse...

O que eu gostei "das vozes que comandam as minhas pernas".

teresa ruivo disse...

Eu acho que ouves vozes que comandam as tuas mãos!

José Louro disse...

Bonito desenho Pedro.