Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

quarta-feira, 15 de março de 2017

Bocados de jardim no Parque Eduardo VII


10 comentários:

Rita Catita Afonso disse...

Adoro! Apetece-me ficar a olhar para este desenho, o dia todo.

L.Frasco disse...

Uauuu, Teresa!!
Tá lindo!
Andas a beber do mestre. :-)

Jrosa disse...

O contraste do preto sobre o verde das árvores está sublime!Simplesmente lindo.

Henrique Vogado disse...

Uau mesmo! Quando olhei pensava que era do João Catarino. Muito bom teresa!

Suzana disse...

Muito bonitas as sobreposições!

hfm disse...

Teresa, a força continua lá mas a ela tens vindo a acrescentar magníficas "petitesses" (como diriam os franceses) que fazem realçar todo o conjunto. A linha anda soberba e certeira e a dimensão das coisas amplia a valia de cada teu sketch.

Este vou guardá-lo.

João Santos disse...

Lindíssimo... é uma Urban Illustration!

Sofia Gomes disse...

Fabuloso!

João Catarino disse...

Há sempre algo misterioso quando se passeia num jardim
Lindo bela atmosfera!

nelson paciencia disse...

Caramba!