Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Rebanho

Este domingo  140 ovelhas passaram à minha porta acompanhadas pelo pastor e o cão.
Comeram a erva fresca da chuva que caiu durante a noite. Como é raro começar a ouvir os sininhos cada vez mais proximo e, de repente, aparecer o rebanho por entre os pinhais.
Leonor Janeiro

8 comentários:

teresa ruivo disse...

Que giro!Gosto muito do céu em fundo.

USKP disse...

Curioso,também me chamou a atenção o azul do céu desta aguarela captados entre as árvores. Ficou óptimo!
É cada vez mais difícil apanhar um rebanho a pastar ao pé de casa e ainda bem que a Leonor o desenhou.

Fefa

Pedro disse...

Mas que bonito!

Suzana disse...

Que bonito!!

matilde disse...

Giro. Aonde foi isso, não vejo rebanhos há séculos.

Eduardo Salavisa disse...

Gosto muito do desenho. E do cão em primeiro plano.

Maria Leonor Janeiro disse...

Eduardo, falta-me os passarinhos. Gosto sempre dos teus desenhos com eles.
Leonor Janeiro

Belita Isabel Janeira disse...

Gosto de tudo mas o pastor encanta-me...