Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

domingo, 26 de fevereiro de 2017

Fábrica de Sant'Anna

Aproveitando a passagem por Lisboa, decidi ir até ao Chiado para tentar fazer um ou dois desenhos integrado no desafio "Desenhar as lojas tradicionais de Lisboa". Ia com a ideia antecipada de desenhar a Fábrica de Sant'Anna pois imaginei todos aqueles azulejos lindos e antigos. Os passeios estreitos e cheios de gente e carros fez-me deter pouco tempo na fachada, pois estava muito bloqueada. Dirigi-me então para as montras e fui logo abordada pelo senhor Carlos Amaro que com curiosidade quis ver o resultado. Está muito contente com mais esta iniciativa que vai ajudar a promover a importância que estas lojas têm na história de Lisboa. Pôs-me à vontade para desenhar no interior e por lá, entre conversas e descobertas de tantos objetos, dediquei o resto do tempo a desenhar algumas peças onde não podiam faltar o maravilhosos azulejos. A Fábrica de Sant'Anna produz desde 1741 e a loja está aberta desde 1916 mantendo-se praticamente genuína desde que foi aberta, pois apenas recebeu algumas obras nos anos 40.
Para saber mais consultar o Circulo das lojas de Carácter e tradição de Lisboa.

3 comentários:

USKP disse...

Gosto desta abordagem ao desafio das lojas com história.

Fefa

Rosário disse...

Tão bonito!

Ana Crispim disse...

Gosto muuuuito...