Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

1 desenho, uma conversa, uma história de vida

 
 
nem sempre, nem nunca. hoje foi possível....voltar a (a)riscar
1 desenho, uma conversa, uma história de vida. A D. Maria, no topo dos seus 83 anos ensinou-me o que é uma vida repleta. Obrigado D. Maria



 rua da volta, algures perto do antigo matadouro municipal

5 comentários:

Rosário disse...

E o desenho motor destas conversas!

Bruno Vieira disse...

Que belos pardieiros, pode ser que ainda venham a ser casas sobradadas com foreiros... Esse resumo de manchas e cor resulta muito bem

Alexandra Baptista disse...

O desenho aprofunda... também gosto da página.

Luis Gabriel Marques disse...

Gosto muito da simplicidade deste desenho.

Suzana disse...

Bonito, e saber que tem uma boa história a acompanhar ainda o torna melhor!