Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Uma esquina do Bairro Alto

Fica no Largo do Carmo e, por entre as árvores despidas, os prédios recuperados estavam lindos, a resplandecer ao sol de inverno. Este que desenhei, sob aquele céu tão azul, foi precisamente o hotel em que ficámos, numa escapadinha em família de 3 dias – o Hotel do Carmo:
 AQUI, o desenho feito no local, bem como outras fotografias do hotel.

13 comentários:

Membro USkP disse...

Que espetaculo Miú!
Estes desenhos são inspiradores!

João Carvalho

teresa ruivo disse...

Que bom ver tão bem retratados os sítios do nosso quotidiano. Uma verdadeira sinfonia de azuis!

hfm disse...

Gosto. Muito.

nelson paciencia disse...

Que óptimo desenho Miú.

Ana Carvalho disse...

Linhas muito bem definidas, belas cores... Lisboa inspira!

Miú disse...

João, obrigada. Gentileza tua, mas idem aspas para os teus! :)
Teresa, sinfonia de azuis? Que lindo comentário! Um beijinho
Helena, fico contente que tenha gostado!
Nelson, obrigada (truly).

Membro USkP disse...

O Bairro ficou muito valorizado
Leonor Janeiro

Eduardo Salavisa disse...

Bem vinda a Lisboa e ao blog. Também acho que este hotel, e o largo, são lindos. E o teu desenho também.

Miú disse...

Leonor, é verdade: o Bairro Alto está outro. Quem o viu e quem o vê!
Eduardo: muito obrigada mas... bem-vinda ao blog? Ando por aqui a "melgar" há mais de dois anos, eheh, e ainda há menos de uma semana publiquei outro desenho... E vão ter de me aturar mais vezes! ;)
Um abraço

Raquel Sousa disse...

Perspectiva difícil, mas muito bem conseguida.
Excelente sketch de Lisboa.

Miú disse...

Ana (cujo comentário não estava visível anteontem quando aqui vim) e Raquel: muito obrigada a ambas! Lisboa inspira, sim, e espero que a mim o faça mais vezes!

Karina Kuschnir disse...

Muito lindo e inspirador como já escreveram os colegas acima!!

Miú disse...

Obrigada, Karina, e um beijinho para o Brasil!