Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Max

Não é bem "urban sketching"... mas é o "life sketching" de um gato, o Max, 50% a dormir, 50% em furacão, dificílimo de registar...
Sem contar com os esboços de cinco segundos que já tenho feito, como desenhar gatos? Só quando dormem, e mesmo assim é difícil, principalmente ao dar-lhe cor. Não sigo os desafios do mês, nem o ia aceitar mesmo depois deste passar, mas o fim de semana estava chuvoso e o felino mostrou-se a jeito... 



4 comentários:

Teresa disse...

Um gato é mesmo assim. Mas muito desenháveis ! É mesmo preciso é apanhá-los a dormir, ou num dos seus momentos zen...

Gosto muito !

Rosário disse...

Estão excelentes! Eu tenho dois e nunca fico contente com os desenhos que faço!

hfm disse...

Lindos!

Maria Celeste disse...

...gosto muito...