Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

domingo, 18 de dezembro de 2016

Ser turista em Lisboa com muito sol e frio



A luz do Sol era fortíssima mas arrefecida pela brisa do Tejo. Ainda tentei caçar as dezenas de "segways" mas fiquei só com três e meio.

5 comentários:

teresa ruivo disse...

Mas vê-se bem que esses três segways estão a andar de certeza!

Fernanda Lamelas disse...

Gosto sobretudo do terceiro desenho, da entrada de luz na água!

hfm disse...

Gosto. Muito.

Maria Celeste disse...

...gosto do meio...

Miú disse...

Tanta luz! Só podia ser Lisboa.
Muito bem!