Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sábado, 17 de dezembro de 2016

Fachadas

Foi na primeira sessão do Vamos Desenhar Com....
A certa altura a Fernanda Lamelas mostrou-nos uma série de desenhos de fachadas de edifícios e explicou-nos um pouco da técnica que utilizou para fugir ao traço do estirador que não inclui perspectiva no desenho final (desenho de alçados e outra "tecnicalidades" às quais sou alheio).
Fiquei curioso e quando me decidi a desenhar fachadas de edifícios acabei por sombrear as fachadas com aguarela de modo a transmitir a sensação de perspectiva e profundidade.
Uma por uma podem ser vistas aqui.

8 comentários:

Rodrigo Briote disse...

Filipe, isto pede uma rua inteira num caderno leporello

teresa ruivo disse...

Fui vendo estes desenhos a aparecer, cada um melhor que o outro, e imagino-os pendurados em fila numa enorme parede branca!

Marilisa Mesquita disse...

Está divinal esta colecção!!

Fernanda Lamelas disse...

Pois eu nunca me farto de alçados e estes estão lindos!

jeanne disse...

esta rua duma lisboa de retalhos está mesmo muito apelativa!

Rosário disse...

Muito bonita!

João Santos disse...

Que coleccção genial! Concordo com a Tereza, o meu primeiro pensamento foi logo "isto numa moldura ficava genial!"

Manuel Tavares disse...

Muito bom. Tenho um trabalho feito baseado no elemento no topo do edificio n58 no Campo Pequeno. Grande coleção!